THELMA - LUIS HORÁCIO

“Lembro muito bem de um amanhecer dos mais bonitos que já presenciei, mês de maio, dia dezenove, meu pai me deu um cavalo, um alazão. Ele mesmo domou. Nem bem tinha montado ele  me deu outro presente, desta vez amargo, a notícia mais triste da minha vida. A mais triste. Mas não demorou muito tempo para  deixar de ser a mais triste. É verdade… a dor não cansa de apagar nossas histórias!

 

-Infelizmente as relações entre gente e bicho começam assim, Luís Horácio, pelo medo. Medo da fome, da prisão, da solidão, da força…Mas não esqueça nunca, um dia o medo se afastará, e então ele voltará a ser bicho, nem que seja uma única vez. E quando isso acontece, costuma ter estrago. Convém estar sempre atento, bicho é bicho! E cavalo. só se doma uma vez. Seja honesto com seu cavalo, ele saberá retribuir.

Cuida  bem dele, o nome fica por tua conta. Mañana me voy. Tua mãe e yo não nos arreglamos mais, receio que o amor dela, mais cedo ou mais tarde, venha a se transformar em medo. Isso no me gustaria.”

 

R$ 50,00

FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL

 

THELMA pode ser lido como um romance de formação, uma narrativa autobiográfica, ou se assim desejarem os mais exigentes, uma autoficção.