AMORES DELICADOS - ANA JANETE PEDRI

“Em Amores Delicados, Ana Janete deflora seu Eu, e em busca de si mesma expõe seus sentimentos perambulando por caminhos que (nem) escolhe. Suas recordações  dissipam-se diante de sua fremente inquietude. Mesmo quando tenta dissimular, ao dizer que é escura e fria e distante  em “Sou Eu”, deixa transparecer que não é nada disso, porque ela sonha e são sonhos de amor, por mais  que reflitam demasiada prudência nos sentires.  Amores Delicados apresenta uma autora ainda mais delicada, exposta e contagiante” – Jura Arruda

Leia mais: http://www.bibliotecaespacodigital.com.br/livros-ana-janete-pedri/amores-delicados/